Europeus sentem-se mais confiantes nas compras online

Serviço XPTOO novo relatório da União Europeia sobre ecommerce mostra uma evolução positiva nas compras online, destacando-se a melhoria das condições dos consumidores em alguns países, entre os quais se conta Portugal.

O documento hoje divulgado revela um crescimento de 38 para 41% na percentagem de inquiridos que se mostram confiantes em fazer compras online em lojas registadas no seu país.

O investimento que tem sido feito na melhoria das condições de compras transfronteiriças está também a dar resultados, sendo que as compras noutras lojas dentro da UE passaram a ser uma prática de 11% da população, contra os anteriores 9,6%.

O Consumer Conditions Index revela que na maioria dos países há uma melhoria das condições de compra, entre a informação percepcionada pelos clientes e a disponibilizada pelos retalhistas. Portugal está entre os países que mais subiu neste index desde 2011, aumentando 4 pontos e continuando um caminho positivo registado desde 2008.

Segundo os dados, esta melhoria é devida ao aumento de confiança nas autoridades públicas, que subiu 2 pontos, e nos retalhistas, que aumentou 6 pontos.

Mesmo assim, a nível europeu mantém-se um elevado desconhecimento da legislação do comércio electrónico, registada por 7 em cada 10 consumidores, que admitem não saber o que fazer quando recebem produtos que não encomendaram.

O executivo europeu está a preparar nova legislação que endereça as principais barreiras identificadas nos diversos estudos realizados pelos organismos europeus e que tem como principal objectivo dinamizar o comércio electrónico entre países. Este novo quadro regulatório entrará em vigor até julho de 2014.

Uma das medidas previstas é a criação de um mecanismo de resolução de litígios mais rápido e mais barato, que não passe pelos tribunais. Contemplados estão também novos mecanismos de regulação para as situações de devolução de artigos.

Saiba mais sobre a nossa solução.

Fonte: acepi

Voltar
webmail
login